O governo mexeu na área cultural, provocando uma dança das cadeiras, e o governador de Goiás, Marconi Perillo, do PSDB, tem sugerido que outras mudanças devem acontecer.

O rendimento de alguns auxiliares é considerado baixo e burocrático. Em 60 dias, no máximo, terão de mostrar serviço. Se não o fizerem, vão ganhar um bilhete azul e sem direito de conquistar outro cargo, como consolação. Há auxiliares que falam e reclamam muito, mas trabalham muito pouco.