Marconi indica Cyro Miranda para a presidência da Metrobus. Empresa deve ser privatizada

A Metrobus gera um prejuízo mensal, coberto pelo governo do Estado de Goiás, de 5 milhões de reais

O presidente da Goiás Parcerias, o ex-senador Cyro Miranda (PSDB), vai dirigir também a Metrobus.

O governador Marconi Perillo pretende acelerar a privatização da empresa, cujo prejuízo mensal é de cerca de 5 milhões de reais.

O tucano-chefe aceitou o pedido de demissão do presidente do PHS, Eduardo Machado.

Deixe um comentário