Marcelo Miranda é cotado para disputar o Senado ou o governo do Tocantins

Pesquisas indicam que o ex-governador é o único candidato imbatível do Estado e para qualquer cargo que disputar

Em termos de popularidade, Marcelo Miranda (MDB) é o herdeiro do ex-governador Siqueira Campos — com a vantagem de ser democrata (já o decano da política do Tocantins apoiou a ditadura, com fervor). Ele foi governador e senador — sempre bem votado. Há indícios de que ganhar do líder do MDB nas urnas é uma missão (quase) impossível. Para retirá-lo do poder só mesmo no tapetão. Pelo menos é o que se diz nos quatro cantos do Estado.

Pesquisas encomendadas por dois grupos políticos deixaram alguns líderes locais, como o governador Mauro Carlesse (PSL) — que desponta para o anonimato a partir de 2023 —, estupefatos: Marcelo Miranda lidera tanto para o Senado quanto para o governo. O ex-governador, por sinal, está circulando por todo o Estado, renovando seus contatos com lideranças municipais e, sobretudo, com o povão — que o aprecia. “Marcelo é o Getúlio Vargas do Tocantins. Até os intelectuais brincam e dizem: ‘Bota o retrato do jovem na parede”, diz um ex-deputado. Ele fará 60 anos em outubro.

Marcelo Miranda: ex-governador do Tocantins | Foto: Reprodução

Consta que Marcelo Miranda planeja disputar mandato de senador. E, se for, não tem pra ninguém, se as pesquisas estiverem certas. Mas há quem fale que sua família — notadamente, o pai, Brito Miranda, de 87 anos — prefere que dispute mandato de governador.

Há um drummond no meio do caminho — o senador Eduardo Gomes, conhecido em Brasília como “Dudu dos Negócios” (e, na verdade, não é uma maneira de depreciá-lo, e sim de sugerir eficiência e poder). Hoje, é apontado como o poderoso chefão da política do Tocantins. Ele aceitará Marcelo Miranda na chapa majoritária, por exemplo como candidato a senador? Talvez sim, dadas a pressão das bases do MDB e a popularidade do ex-governador.

A pergunta de 1 milhão de dólares é: Marcelo Miranda, depois de enfrentar problemas na Justiça, pode disputar mandato em 2022? Pode. Ele está livre, leve e solto para ser candidato a deputado estadual, deputado federal, senador ou governador. Em tom de brincadeira, um aliado de Carlesse (chamado até pelos aliados de “desfavorito” para o Senado) disse para o Jornal Opção: “Consta que, nos quatro cantos do Tocantins, há alfaiates preparando ternos de posse para Marcelo Miranda”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.