[Rodrigo Rollemberg, governador eleito do Distrito Federal, e seu aliado no Entorno do Distrito Federal, ex-deputado federal Marcelo Melo]

O ex-deputado Marcelo Melo (PMDB) não tem bola de cristal, mas fez três previsões que se revelaram acertadas.

Primeiro, frisou que a presidente Dilma Rousseff, do PT, seria reeleita. Foi.

Marcelo Melo destacou que o senador Rodrigo Rollemberg, do PSB, seria eleito governador do Distrito Federal (e quando ele estava em terceiro lugar nas pesquisas). Foi.

O jovem peemedebista sublinhou que, se o candidato a governador de Goiás pelo PMDB fosse Iris Rezende, o governador Marconi Perillo, do PSDB, seria reeleito. Foi.

Só faltou prever a derrota acachapante da deputada federal Iris Araújo, do PMDB. Ele não participou do churrasco peemedebista que comemorou a derrota haitiana de Iris Araújo, mas não tem simpatia alguma pela especialista em culinária.

Craquíssimo, ligado a Michel Temer, Marcelo Melo deve ser candidato a prefeito de Luziânia. É tido, por aliados e adversários, como imbatível. Uma espécie de Rodrigo Rollemberg de Luziânia.