Marcelo Baiocchi trabalha duro para ser o próximo presidente da Fecomércio

A eleição será em 2017, mas José Carlos Palma já está articulando apoios e seus aliados apostam numa reviravolta. No momento, o favorito é o dono da Marcelo Baiocchi Imóveis

artigo_jose maria e silva.qxd

O meio empresarial, em termos de disputa de poder, não é muito diferente do meio político: mal termina uma eleição e começa outra. É o caso da batalha que se começa a travar, e não mais nos bastidores, pela sucessão do presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás, José Evaristo dos Santos, um dos mais respeitados líderes empresariais do Centro-Oeste. De um lado, Marcelo Baiocchi (foto acima), proprietário da azeitada imobiliária Marcelo Baiocchi Imóveis. De outro, José Carlos Palma (foto abaixo), dono de uma loja num shopping de Goiânia e presidente do Sindilojas. Os dois são empresários articulados e respeitados pela categoria.

Jose Carlos Palma-ribeiro-foto-divulgacao

Marcelo Baiocchi é o primeiro vice-presidente da Fecomércio e, na eleição anterior, teria arrancado um compromisso de José Evaristo dos Santos. Ele apoiaria o veterano empresário para mais um mandato, mas, no seguinte, receberia seu apoio. José Evaristo dos Santos costuma cumprir seus acordos, mas há quem diga que, pessoalmente, tem preferência por José Carlos Palma.

Empresários garantem que Marcelo Baiocchi saiu na frente, articula com mais desenvoltura. Um empresário disse ao Jornal Opção que, dos 39 sindicatos que compõem a Fecomércio, ao menos 28 apoiam o ex-presidente do Secovi e presidente do Secovi Crédito, uma cooperativa. Porém, um empresário que apoia José Carlos Palma diz que o apoio dos sindicatos deve ser relativizado: “Se José Evaristo dos Santos mudar de ideia e disser que apoia José Carlos Palma, vários líderes de sindicatos podem mudar de posição e deixar Marcelo Baiocchi na chapada”.

A eleição para presidente da Fecomércio será realizada em 2017, daqui a quase dois anos, mas tanto José Carlos Palma quanto Marcelo Baiocchi já estão pedindo votos, articulando alianças e oferecendo espaço aos possíveis aliados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.