Maguito Vilela pode disputar Prefeitura de Goiânia com Paulo Ortegal de vice

Emedebistas contrapõem: o prefeito Iris Rezende, que ama a política e o poder, deve ser candidato à reeleição

O Jornal Opção perguntou a 10 emedebistas: o prefeito Iris Rezende (MDB) vai ser candidato à reeleição? Oito responderam que, sim, o decano emedebista vai para sua quinta disputa pela Prefeitura de Goiânia. Dois disseram que não têm certeza, mas admitem que quem lidera as pesquisas de intenção de voto — ainda que extemporâneas — dificilmente deixa de disputar eleição.

Iris Rezende, prefeito de Goiânia, e Maguito Vilela, ex-governador de Goiás: os dois são amigos e não vão romper em hipótese alguma | Foto: Reprodução

Mas, sem Iris Rezende, há outra hipótese? Seis emedebistas sugerem que uma candidatura do ex-governador Maguito Vilela “deixaria o MDB confortável”. Porque, na opinião deles, o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia é competitivo e tem chance de ser eleito.

Mas Iris Rezende permitiria uma candidatura de Maguito Vilela (que teria, inclusive, a suposta rejeição de Iris Araújo, mulher do prefeito)? Não se sabe exatamente. O que se diz, nos bastidores, é que o prefeito estaria dizendo que está “cansado” e que é “hora” de passar o bastão. Um veterano emedebista ressalva: “O que Iris mais gosta de fazer na vida é governar. Portanto, não deve abrir espaço para Maguito ou para qualquer outro nome”.

Paulo Ortegal: cotado para vice de Iris Rezende e de Maguito Vilela | Foto: Marcos Souza​

Comenta-se que, se apoiar a candidatura de Maguito Vilela, o prefeito só fará uma exigência: seu auxiliar mais fiel, Paulo Ortegal, deveria ocupar a vice. Há quem postule que, em 2022, se não for candidato à reeleição em 2020, Iris Rezende poderá ser candidato a senador — numa chapa com Daniel Vilela (ou Vanderlan Cardoso) para governador.

Quem está mais próximo da verdade? Talvez todos. Porque articulações em vários nichos não são sinônimo de “mentira” e “enganação”. Como a história não está pronta — está sendo construída —, os políticos estão jogando, o que é uma maneira de agir.

Vale a transcrição final do comentário de um emedebista: “Iris e Maguito não vão romper em hipótese alguma. Maguito quer ser candidato a prefeito, mas não vai pôr o pé na porta de maneira alguma. Se Iris optar pela reeleição, o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia o apoiará com prazer. Eles são amigos e têm uma ligação muito forte”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.