Maguito não divide oposição e Zé Nelto divide o MDB pra bancar candidato que o chama de mentiroso

Em 1998, com uma eleição tida como fácil para o governo, Maguito Vilela abriu espaço para Iris Rezende

Daniel Vilela, Maguito Vilela e Iris Rezende: o ex-senador sempre apoiou os projetos do prefeito de Goiânia | Foto: Jornal Opção

Uma coisa é certa: o ex-governador Maguito Vilela (MDB) não tem o hábito de trair politicamente. Em 1998, com mais de 90% de aprovação popular (a pesquisa era do insuspeito Datafolha, de São Paulo), era candidato à reeleição considerado imbatível, inclusive pela oposição. Se ele fosse disputar o governo, o então deputado federal Marconi Perillo (PSDB) possivelmente teria ido à reeleição. No entanto, o então senador Iris Rezende mandou-lhe um recado: planejava ser candidato a governador.

Maguito Vilela, se quisesse, dado seu imenso prestígio, poderia ter resistido, pois tinha amplo apoio no PMDB — e, se não tivesse, poderia ir para outro partido —, mas optou pela conciliação com Iris Rezende e o bancou para governador. Ele disputou mandato de senador e foi eleito, enquanto Iris Rezende perdeu para Marconi Perillo.

A acusação de José Nelto, de que Maguito Vilela está dividindo as oposições, não procede. Todos os partidos têm o direito de lançar candidato a governador e um partido histórico como o MDB, que vem desde as lutas contra a dita… — … dura bancada pelos Caiado —, se não bancar candidato, perderá parte de seu imenso eleitorado. “Time que não joga não tem torcida”, já disseram,

Na prática, José Nelto, com o apoio de poucos prefeitos, está dividindo o MDB para apoiar um candidato, Ronaldo Caiado, que o chamou, em vídeo gravado e divulgado na internet, de “mentiroso”, “caluniador” e de não ter credibilidade. Há quem diga que o deputado sofre da Síndrome de Estocolmo.

Os leitores que querem comprovar o que disse Ronaldo Caiado, um senador eleito graças ao apoio dos emedebistas, devem conferir o vídeo abaixo.

https://www.facebook.com/cassio.andrade.5099/videos/537606063104479/?t=0

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.