Luta pelo comando do MDB começa em 2019. Adib Elias pode sair ou Daniel pode ser afastado

Arquivo

Os grupos do deputado federal Daniel Vilela e do prefeito de Catalão, Adib Elias, vão travar uma batalha mortal, a partir de janeiro de 2019, pelo controle do MDB.

O grupo de Daniel Vilela pretende expulsar Adib Elias e outros prefeitos logo depois das eleições de domingo, 7. Mas o grupo de Adib Elias aposta que, se isto acontecer, o quadro será revertido a partir dos primeiros meses de 2019, quando Daniel Vilela não terá mais mandato de deputado federal.

O grupo de Adib Elias, avaliando que será cacifado por Ronaldo Caiado, postula que assumirá o comando do MDB. Ao final, se os aliados do emedebista de Catalão estiverem certos, Daniel Vilela será afastado do comando do partido. Assim, afiançam, só lhe restará sair, porque a situação interna ficará insustentável.

Das conversas com integrantes dos dois grupos, é possível retirar a conclusão de que o MDB ficou pequeno para Daniel Vilela e Adib Elias. Um deles tem de cair fora. A força de Daniel Vilela advém de si mesmo, de seu pai, Maguito Vilela, e do prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha. A força de Adib Elias advém de Ronaldo Caiado (DEM) e do prefeito de Goiânia, Iris Rezende.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.