Lula pode dispensar Alckmin e pôr filho de José Alencar na vice

O PT quer conquistar o passe do PSD de Gilberto Kassab e retirar o senador Rodrigo Pacheco do páreo

Lula da Silva, Gleici Hoffmann e Josué Gomes de Oliveira | Foto: Reprodução

Consta que Josué Gomes, filho de José Alencar, que foi vice-presidente de Lula da Silva, não quer ser vice do petista-chefe. Segundo empresários, ele estaria propenso a permanecer na presidência da Fiesp e da empresa Coteminas. Mas não é o que dizem petistas próximos do ex-presidente da República.

O que se está comentando, nos bastidores, é que Josué Gomes se filiaria ao PSD, com a anuência de Gilberto Kassab, para ser vice de Lula da Silva. Fala-se o seguinte: Alckmin nem partido tem mais. Há, claro, um drummond no meio do caminho: o presidente nacional do PSD tem dito que Josué Gomes não tem identidade com o partido.

Segundo Bela Megale, de “O Globo”, o ex-prefeito de São Paulo “afirmou que o PSD não funcionará como ‘barriga de aluguel’”. Por enquanto, o PSD tem candidato a presidente, o senador Rodrigo Pacheco — que alguns chamam de “Mestre do Desânimo” e, até, “Picolé de Chuchu de Minas”. Por que não Rodrigo Pacheco na vice de Lula da Silva? A indagação é de um membro do PSD.

Bela Megale escreve que Alckmin pode se filiar ao PSD. A impressão que se tem é que, apesar de político experiente, o ex-governador de São Paulo está se tornando o bobo da corte do jogo político do PT e de Lula da Silva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.