Lúcia Vânia garante que vai se filiar ao PSB. Mas o PMDB nacional gostaria de tê-la como líder em Goiás

lucia-vania-agencia-senado-2

PMDB de olho na senadora Lúcia Vânia | Foto: Agência Senado

Temer operou, contra a dupla Passando e Passado, para Júnior Friboi assumir o comando do PMDB em Goiás. Mas, apesar de seu esforço, não contou com a energia suficiente do prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, e de seu filho, o deputado federal Daniel Vilela. Há quem acredite, entre os temeristas, que os dois Vilelas “gostam” de Friboi, mas, no fundo, avaliam que, se ficar fora do partido, é positivo para o projeto de Daniel Vilela — que pretende disputar o governo de Goiás já em 2018. Se permanecer no partido, Friboi passa ser um concorrente do parlamentar.

O maguitismo avalia que, se Iris Rezende for derrotado na disputa para prefeito de Goiânia, dificilmente terá condições de bancar o senador Ronaldo Caiado para governador de Goiás em 2018. Assim, o candidato seria mesmo Daniel Vilela. É a aposta dos aliados de Maguito Vilela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.