A crise entre Vanderlan Cardoso, pré-candidato do PSB a prefeito de Goiânia, e a senadora Lúcia Vânia tem dois “nomes”. Primeiro, candidatos a vereador não param de pegar no pé do postulante a gestor da capital — sempre em busca do vil metal. Este, ao menos no momento, o empresário afirma que não tem e não sabe onde buscá-lo. Sempre alega que não tem mina de ouro nem de diamante.

Segundo, a paixão repentina de Vanderlan Cardoso por setores do PMDB — notadamente Maguito Vilela — não tem agradado inteiramente Lúcia Vânia.