Luas azuis do marconismo avaliam que Waldir Soares será candidato fora da base governista

No 1º turno, o deputado se apresentará como não pertencendo a nenhuma base política. Um outsider. Se for para o 2º turno, tende a se tornar governista

Waldir Soares e Iris Rezende

Dadas as críticas do deputado federal Waldir Delegado Soares às organizações sociais da área de saúde, os luas azuis do marconismo avaliam que o delegado está deixando a base governista.

Waldir Soares, avaliam os luas azuis, vai fazer uma campanha politicamente curiosa. No primeiro turno, não pertencerá a base nenhuma. Será um outsider, um candidato solo, ainda que apoiando por políticos ligados à base governista. No entanto, se for para o segundo turno, Waldir Soares vai buscar o apoio da base governista, sobretudo se seu adversário for Iris Rezende.

Waldir Soares sabe que, se enfrentar Iris Rezende no segundo turno, a base governista vai bancá-lo. O motivo? Derrotar Iris Rezende e, sobretudo, reduzir a força de seu grupo para 2018.

Se Iris Rezende for eleito, voltando a ser forte no PMDB, o senador Ronaldo Caiado, do DEM, passa a ser forte candidato a governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.