Livraria Cultural não deve instalar mais unidade no shopping Flamboyant

Com dívida de 285 milhões de reais, a rede está em recuperação judicial. A Saraiva deve 400 milhões de reais

Fotos: divulgação

Em processo de recuperação judicial, com uma dívida de 285 milhões de reais — papagaio tido como impagável —, a Livraria Cultura, de São Paulo, dificilmente terá condições de instalar uma unidade no shopping Flamboyant.

A rede de livrarias Saraiva deve 400 milhões de reais. A unidade do Flamboyant não foi fechada, pois é apontada como lucrativa (experimente telefonar para perguntar se tem algum livro. Ninguém atende). Mas a crise abalou a rede.

Dois especialistas em mercado financeiro disseram ao Jornal Opção que o mais impressionante é que, como empresas que vendem livros, conseguiram se endividar de tal maneira. O montante da dívida, na opinião dos experts, é aterrador e, como não está sendo paga, tende a crescer cada vez mais, o que se tornará um rolo compressor. “Para piorar, quem pode comprar as livrarias? A Amazon prefere ficar no campo digital. Nos Estados Unidos, abriu livrarias físicas, mas não é o foco principal de seu negócio.”

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.