A lista dos 17 favoritos para deputado federal, na avaliação do presidente nacional do PHS, Eduardo Machado

Depois da lista elaborada pelo deputado Francisco Gedda, o Jornal Opção pediu para o presidente nacional do PHS, Eduardo Machado, elaborar sua lista com os nomes dos 17 políticos que devem ser eleitos para deputado federal em 5 de outubro deste ano. “É provável que até meus aliados não fiquem satisfeitos comigo, mas, ao fazer a lista, procurei ser justo. Como viajo pelo Estado, estou acompanhando o trabalho dos candidatos e estou observando suas alianças políticas. Posso ter cometido alguma injustiça? É provável, mas só mesmo as urnas, daqui a alguns meses, poderão dizer se certo ou errado.”

A lista, apresentada em ordem alfabética, com pequenos comentários feitos por Eduardo Machado:

1 — Alexandre Baldy/PSDB — Contratou um profissional de campanha para auxiliá-lo, Aristóteles de Paula.

2 — Antônio Faleiros/PSDB — O governador Marconi Perillo está se empenhando pessoalmente em elegê-lo.

3 — Armando Vergílio/Solidariedade — Não se sabe vai disputar. Mas é capaz de montar uma estrutura e rapidamente.

4 — Daniel Vilela/PMDB — O apoio do pai (Maguito Vilela), tanto em Aparecida quanto em Jataí, certamente lhe dará uma votação consagradora.

5 — Gilvan Máximo/PRB, Eduardo Machado/PHS e Walter Paulo/PMN — A Chapinha [coligação de partidos pequenos] deve ser eleger um deputado. Deve ser um dos três.

6 — Giuseppe Vecci/PSDB — É a estrela de ouro do governador Marconi Perillo. Deve ser um recordista de votos.

7 — Iris Araújo/PMDB — Figura, claro, na lista dos mais votados.

8 — João Campos/PSDB — O deputado sempre se elege, e com boas votações. É muito representativo do meio evangélico.

9 — José Mário Schreiner/PSD — É a segunda estrela de seu partido e terá o apoio de Ronaldo Caiado.

10 — Jovair Arantes/PTB — O deputado articulou uma estrutura municipalista que o elege há vários anos.

11 — Magda Mofatto/PR — A empresária organizou uma máquina poderosa e, agora, tem o controle de um partido.

12 — Marcelo Melo/PMDB — Muito ligado a Júnior Friboi, certamente será eleito.

13 — Olavo Noleto/PT — Conhecido como “candidato da Dilma”, Olavo se tornou muito próximo dos prefeitos de vários partidos. Veremos se vai transformar isto em votos.

14 — Pedro Chaves/PMDB — O deputado articulou uma estrutura que o reelege há anos.

15 — Rubens Otoni/PT — É hors concours. Ele construiu a máquina petista e tem votos em todo o Estado.

16 — Sandro Mabel/PMDB — Se disputar, vai se eleger. Porque constituiu uma estrutura eficiente ao longo dos anos.

17 — Thiago Peixoto/PSD — Com uma ampla estrutura no interior, deve ser um dos mais bem votados.

Eduardo Machado afirma que, “se Armando Vergílio e Sandro Mabel não disputarem, a concorrência por uma ou duas vagas vai ser feroz entre Valdivino Oliveira, Sandes Júnior, Roberto Balestra, Heuler Cruvinel e Célio Silveira. O tucano Célio terá uma boa votação”.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.