Lissauer Vieira pode ser candidato a deputado federal ou governador

Em 2020, o presidente da AL pretende articular uma frente ampla para derrotar o prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale

O presidente da Assembleia de Goiás, Lissauer Vieira (PSB), conseguiu um feito: transformou o Legislativo num poder altivo, independente. Antes dele, era praticamente uma secretaria. Consta que, certa vez, numa reunião, um governador brincou: “Vamos duas secretarias”. O secretário de Planejamento: “Inclui a Assembleia”. Um olho para o outro e todos que estavam na sala gargalharam. A AL era assim: o governador mandava e os deputados aprovavam, quase de joelhos.

Lissauer Vieira, presidente da Assembleia Legislativa de Goiás | Foto: Fernando Leite

Agora mudou. O Legislativo, altivo, está decidindo dentro da legalidade e sem aceitar pressões e conchavos com o governador Ronaldo Caiado (DEM).

O conceito de Lissauer Vieira cresceu tanto na sociedade que políticos, líderes municipais, empresários, jornalistas, pesquisadores e cientistas políticos sugerem que está nascendo um novo líder estadual. Eles cogitam que o jovem político pode disputar mandato de deputado federal ou de governador de Goiás em 2022. Na década de 1960, a revista “Realidade” mandou uma equipe em Goiânia e a reportagem, intitulada “Nasce um líder”, saiu com grande destaque. É o que está acontecendo novamente. Só falta o registro da, digamos, “Veja”.

E a Prefeitura de Rio Verde? Embora esteja muito bem avaliado, Lissauer Vieira não quer ser candidato a prefeito do mais rico município do Sudoeste, ao menos não em 2020. Ele quer articular, isto sim, uma ampla frente de oposição para derrotar o prefeito Paulo do Vale (sem partido).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.