Lissauer Vieira não está descartado para a vice

Se Daniel Vilela optar pelo Senado, o que hoje é mais difícil, o deputado estadual será, de imediato, convocado para a vice

Ronaldo Caiado, governador, e Lissauer Vieira, presidente da Assembleia| Foto: Reprodução

O presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira, do PSB, já está descartado, em definitivo, para a vice do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, do Democratas, na disputa de 2022? Por incrível que possa parecer, ainda não.

Digamos que o presidente do MDB, Daniel Vilela, convença sua base política de que prefere disputar mandato de senador — por sinal, duas pesquisas de intenção voto mostram o político de 37 anos em primeiro lugar para o Senado. No dia seguinte ao este anúncio, Lissauer Vieira terá confirmado seu nome para vice. Ronaldo Caiado tem apreço pelo político de 40 anos. Porque é eficiente, leal e não enrola ninguém. É franco e direto.

O drummond no meio do caminho de Lissauer Vieira é que, no momento, Daniel Vilela está mesmo interessado é na disputa da vice, por motivos óbvios: se for o vice, e se Ronaldo Caiado for reeleito, a tendência é que se afaste, em abril de 2026, para disputar mandato de senador. Daniel Vilela, no caso o vice, assumirá o governo e se tornará candidato natural a governador. Tal lógica é aprovada por 27 dos 28 prefeitos do MDB (só Gustavo Mendanha, prefeito de Aparecida de Goiânia, não quer apoiar o projeto de seu principal aliado).

Mas fica o alerta: a um ano e dois meses das eleições, não se pode sugerir que um único jogo está definido. O futuro, já disseram por aí, nem a Deus pertence.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.