Le Postiche e Rommanel fecham as portas no shopping Bougainville

As duas unidades não estavam se pagando e, para não quebrar, decidiram sair do shopping do Setor Marista

Rommanel 6c43127f-b974-472e-9fce-3f944457b823

Os consumidores do shopping Bougainville, no Setor Marista, em Goiânia, sentiram falta, nos últimos dias, de duas lojas importantes: Le Postiche e Rommanel. As duas fecharam as portas em caráter definitivo.

Especializada em bolsas e malas, Le Postiche é uma das lojas mais tradicionais nos shoppings de Goiânia. A unidade do Bougainville era uma das mais antigas lojas do shopping, com uma clientela ampla. Uma vendedora diz que a loja fechou por dois motivos: “A crise nacional, que contribui para reduzir as vendas, e o próprio shopping, que tem baixa frequência de consumidores”. A loja não estava se pagando.

A Rommanel, que comercializa joias folheadas a ouro 18k e rhodium e joias em aço, fechou a loja pelos mesmos motivos: queda das vendas, devido à crise econômica, e falta de consumidores no shopping.

Le Postiche fc0c5cf4-fc46-40d5-948e-ebf17f85dced

Marketing curioso

O shopping Bougainville criou uma estratégia curiosa. As vitrines das lojas fechadas estão sendo utilizadas para expor produtos das lojas que, a duras penas, permanecem abertas — caso da Dumond, da Mr. Cat, da Solomon, da Scala e da Empório Mix.

Curiosamente, tem consumidores que, não percebendo a jogada do setor de marketing, tentam abrir as portas de algumas das lojas, não conseguindo, evidentemente.

Um consumidor, ao tentar entrar numa loja, disse que se trata de “propaganda enganosa”. Na verdade, as vitrines servem como espécies de out doors internos.

Mas, se o marketing não agrada a clientela, que se sente iludida, por que mantê-lo?

Deixe um comentário