Kajuru luta no Supremo para manter as CPIs da Toga e do Esporte

Apesar da resistência de Davi Alcolumbre, os ministros Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso podem liberar as duas comissões parlamentares de inquérito

Jorge Kajuru, senador: duas CPIs para investigar ação de magistrados e do pessoal dos esportes | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

Apesar do tradicional pacto das elites — a velha história da conciliação pelo alto —, o senador Jorge Kajuru (Patriota) mostra firmeza ao insistir nas CPIs da Toga e do Esporte. Elas foram engavetadas pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM). Entretanto, o senador por Goiás não desiste e teve coragem de recorrer à Justiça, com a apresentação de farta documentação.

Gilmar Mendes: ministro do Supremo Tribunal Federal pode liberar (ou não) a CPI da Toga | Foto: Reprodução

A decisão sobre a CPI da Toga está com o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. Nesta semana, ele decidirá sobre o mandado de segurança de Kajuru. É provável que Mendes libere a CPI? Sim, até para mostrar independência e que nada teme de qualquer investigação.

Luís Roberto Barroso: ministro do Supremo Tribunal Federal pode liberar a CPI do Esporte | Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

A decisão sobre a CPI do Esporte está nas mãos do ministro Luís Roberto Barroso. Kajuru comemora e acredita que o ministro dará a liminar que possibilitará a abertura da CPI.

Davi Alcolumbre: jovem mas já engavetador de CPIs | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Kajuru critica Davi Alcolumbre. O presidente do Senado estaria forçando a retirada de assinaturas dos que que apoiam a CPI.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.