Kajuru filia-se ao Cidadania, depois de articular com o Podemos

O senador afirma que atendeu orientação do “amigo” José Luiz Datena, apresentador de televisão

Jorge Kajuru: senador diz que Cidadania e Podemos participam do bloco partidário Muda Brasil | Foto: Senado

O senador Jorge Kajuru, depois de discutir filiação ao Podemos do senador Álvaro Dias, optou por trocar o Patriota de Jorcelino Braga pelo Cidadania de Roberto Freire. Segundo a revista “Veja”, Kajuru aceitou recomendação de José Luiz Datena para se filiar ao Cidadania.

“Diante desta encruzilhada, decidi o que faço desde menino, ou seja, ouvir a opinião de meu ‘irmão-pai’ José Luís Datena”, disse o senador à revista.

Roberto Freire reforçando a musculatura do Cidadania no Senado | Fotos: PPS

Kajuru diz que o Cidadania é um “partido de história irretocável, dirigido por um homem de bem como Roberto Freire”.

À “Veja”, Kajuru frisou que a decisão foi “dolorosa”, mas acabou sendo amenizada porque o Cidadania e o Podemos participam do bloco partidário Muda Brasil. “Isto me alegra, porque vou orgulhosamente para o Cidadania sem deixar de estar ligado ao Podemos.”

Problema em Goiás

Em Goiás, o Cidadania é dirigido pelo ex-deputado federal Marcos Abrão, sobrinho da ex-senadora Lúcia Vânia, e em Goiânia é comandado pelo deputado estadual Virmondes Cruvinel.

Virmondes Cruvinel pretende disputar a Prefeitura de Goiânia e tem o apoio de Marcos Abrão e Roberto Freire. Já Kajuru vai apoiar, mesmo se ficar no Cidadania, a candidatura do deputado federal Elias Vaz (PSB). Há possibilidade de composição, mas a ida o senador pode mudar a configuração e pretensões políticas do Cidadania em Goiás. Sabe-se que Kajuru deve disputar o governo em 2022 — o que agrada a cúpula nacional do partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.