O senador afirma que, “sem conteúdo, o apresentador da TV Globo será liquidado em questão de segundos por Ciro Gomes”

Luciano Huck: fenômeno midiático | Foto: Divulgação

A pesquisa revista “Veja”/FSB indica que o apresentador de televisão Luciano Huck está bem, mas perde para Jair Bolsonaro no segundo turno. O funcionário da TV Globo planeja disputar a Presidência da República, em 2022, e já foi chamado de “estagiário” pelo ex-ministro Ciro Gomes, do PDT.

Jorge Kajuru: “Luciano Huck não tem conteúdo, é vazio” | Foto: Senado

O senador Jorge Kajuru sugere que as pesquisas atuais podem não refletir o quadro de 2022. “Se o país estiver bem, do ponto de vista econômico, o cenário eleitoral será um. Se continuar mal, com desemprego em alta, o cenário será outro completamente diferente. Quanto a Luciano Huck, o que se pode dizer de sua suposta ‘popularidade’? Simples: trata-se do ‘efeito TV’. Nada mais. Quando começar o processo eleitoral, se ele de fato optar pela participação, certamente ficará em quinto lugar. Porque não tem conteúdo, é vazio. Disputar eleição não é o mesmo que convocar as pessoas a investirem seu dinheiro em fundos de investimento. Como Huck vai disputar com uma pessoa preparada como Ciro Gomes? O Ciro vai destruí-lo em 30 segundos. Ciro Gomes não ganha eleição para presidente porque, sendo realista e sincero, fala coisas que as pessoas não gostam, mas é brilhante.”

“O Luciano Huck é igual comercial de televisão: só dura 30 segundos”, afirma Kajuru.