Eram favas contadas que, se reeleito deputado federal, Heuler Cruvinel, do PSD, disputaria a Prefeitura de Rio Verde, em 2016. Porém, seu grupo político pode traçar outra estratégia, com o objetivo de não perder um deputado federal e, assim, as polpudas verbas que os parlamentares colocam, anualmente, no Orçamento da União para os municípios.

Se for eleito deputado estadual, Lissauer Vieira, do PSD, poderá ser o candidato a prefeito. Cruvinel é o primeiro da fila, e o prefeito Juraci Martins, do PSD, não quer atropelá-lo, mas vai tentar convencê-lo a permanecer em Brasília, alegando que, assim, poderá ajudar muito mais Rio Verde. Hoje, Martins prefere Lissauer.

Na hipótese de segundo turno entre Rollemberg e Frejat, embora tenha mais simpatia pelo primeiro, Agnelo tende a ficar neutro. Porque, se Marina Silva disputar a Presidência da República com Dilma Rousseff, Rollemberg e o governador estarão em campos opostos. Agnelo nada tem contra Frejat, mas não aprecia a eminência parda José Roberto Arruda. Se Frejat for eleito, Arruda será o verdadeiro governante, tanto que está fazendo mais campanha do que o próprio candidato.