Júlio da Retífica diz que Eronildo Valadares encardiu Porangatu em três anos

julio-retifica-marcos-kennedy-OK

O deputado estadual Júlio da Retífica, do PSDB, é apontado por seus aliados como o favorito para prefeito de Porangatu, na eleição de 2 de outubro deste ano. Seu principal cabo eleitoral, paradoxalmente, é o prefeito Eronildo Valadares, do PMDB, seu adversário figadal.

Mais magro, depois de uma cirurgia que fez para controlar o diabetes — seu médico é o expert Áureo Ludovico —, Júlio da Retífica que sente-se rejuvenescido. Frisando que ainda não decidiu se vai disputar a eleição para prefeito, sobretudo devido ao custo da campanha (“não sei se disputo ou se fico como deputado. O governador Marconi Perillo quer que eu seja candidato”), o tucano afirma que Eronildo surpreendeu a todos os porangatuenses. “Ninguém, nem os adversários, pensavam que sua administração seria tão desastrada. Ele não acerta uma.”

O próximo prefeito, avalia Júlio da Retífica, “terá muita dificuldade de colocar a cidade nos eixos. Eronildo deixou a cidade deteriorar. As ruas estão sujas, encardidas e esburadas. Em três anos, o prefeito não acrescentou nada, não fez nada diferenciado. Ele conseguiu decepcionar até seus aliados”. Outros políticos comentam que “Eronildo conseguiu ser pior do que José Osvaldo”, que já não era bom.

O PSDB terá candidato e o nome mais cotado é mesmo o de Júlio da Retífica. Perguntado sobre Odair Amorim, o deputado afirma que tem certa liderança, sobretudo porque é ligado à Renovação Carismática, corrente da Igreja Católica. Um ex-peemedebista afirma que, na verdade, “Odair Amorim pode ser vice de Júlio da Retífica ou de Valdemar Lopes, do PRTB”. É provável que, percebendo o naufrágio — há quem chame Eronildo de “o Titanic humano do Norte de Goiás” —, só não queira ser vice do prefeito.;

A oposição diz que, no lugar de construir obras, Eronildo se tornou um expert em fechar escolas e creche. Segundo um vereador, ele arrancou árvores da cidade e não plantou outras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.