José Roberto Arruda e Rodrigo Rollemberg devem disputar governo do DF no segundo turno

Rodrigo Rollemberg e José Roberto Arruda: os dois devem atropelar Agnelo Queiroz | Fotos: Geraldo Magela/veja.abril.com.br

Rodrigo Rollemberg e José Roberto Arruda: os dois devem atropelar Agnelo Queiroz | Fotos: Geraldo Magela/veja.abril.com.br

Em Brasília comenta-se que só há duas certezas. Primeira: o governador Agnelo Queiroz não será reeleito. O petista trabalha, tem obras para mostrar à sociedade, mas sua rejeição é muito alta em praticamente todas as classes sociais.

Segunda: o próximo governador do Distrito Federal terá o nome iniciado com consoante: José Roberto Arruda, do PR, ou Ro­drigo Rollemberg, do PSB.

Arruda tem desgastes, tentaram derrubá-lo no tapetão, mas é o favorito. O experiente Gil Argello, do PTB, é o candidato a senador na sua chapa.

Entretanto, se o discurso ético predominar, dificilmente outro candidato, inclusive Arruda, vai derrotar o senador Rollemberg. Outro trunfo é o seu candidato a senador, o pedetista José Antônio Reguffe — espécie de xodó da classe média brasiliense. Geraldo Magela, do PT, terá um páreo duro pela frente.

Em Brasília, cidade em que quase todos os políticos parecem “sujos”, Rollemberg e Reguffe são vistos como “ainda não contaminados”.

Arruda, embora visto como “contaminado”, é apontado como gestor eficiente. A tendência é que ele e Rollemberg disputem o segundo turno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.