O prefeito de Posse, Helder Silva Bonfim, do Solidariedade, faz uma gestão, no dizer de um político local, que “não fede nem cheira”. Noutras palavras, trata-se de uma administração “apagada e sem pegada”, no dizer de seus críticos.

Ante a fragilidade da gestão de Helder Bonfim, vários políticos estão se colocando para a disputa. No momento, o adversário considerado mais forte é o ex-deputado Paulo Trabalho, do PL. É o postulante do bolsonarismo na cidade.

Mas a surpresa eleitoral pode ser o ex-governador e advogado José Eliton, do PL. Filho de um advogado da cidade, que já disputou a prefeitura, é apontado como um candidato forte — dada sua estatura política. “Eltinho pode se tornar o Maguito Vilela de Posse”, afirma um político local.

Márcio de Oliveira Passos, do Podemos, também é cotado para a disputa. (E.F.B.)