Joaquim Barbosa decide em janeiro se será candidato a presidente pelo PSB

O ex-presidente do STF afirma que se sente estimulado pelas pessoas, diz que está preocupado com as questões sociais e o esgarçamento das instituições

Joaquim Barbosa: o pule de dez do PSB para a disputa presidencial

Reportagem do jornal “Valor Econômico” — “Barbosa define em janeiro se aceita convite do PSB” (de 13 de dezembro), assinada por Raymundo Costa, sugere que o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa está prestes a assumir sua candidatura a presidente da República. Ou não. O instituto Datafolha, numa pesquisa feita no final de setembro, o aponta o ex-ministro com 11% das intenções de voto, na frente do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do PSDB. Perde apenas para Lula da Silva, do PT, e Jair Bolsonaro.

Num encontro com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, o ex-ministro Joaquim Barbosa “pediu ‘mais um tempo para pensar, talvez até janeiro”.

Joaquim Barbosa disse a Carlos Siqueira que, instado pelas pessoas, sente vontade de ser candidato a presidente. Mas ressaltou que “ainda tem ‘muitas dúvidas’”.

Carlos Siqueira, presidente do PSB, aposta que Joaquim Barbosa será candidato a presidente

Na conversa com Carlos Siqueira, Joaquim Barbosa sugeriu que, se candidato, sua preocupação básica será com a discussão “com o fosso social que separa ricos e pobres”. Ele também criticou o “Fla-Flu” da política brasileira.

O líder do PSB contou que o ex-ministro é realista e sabe que, se eleito, terá de negociar com um Congresso multifacetado e que, provavelmente, não será muito diferente do atual.

Joaquim Barbosa disse a Carlos Siqueira que está preocupado com “certo esgarçamento” das instituições patropi. Ele frisou que se trata de uma crise institucional, mas sugeriu que o presidente da República tem o dever de comando o processo de “apaziguamento entre as instituições” (Executivo, Legislativo e Judiciário).

Na conversa com Carlos Siqueira, o ex-ministro sugeriu que “‘o grau de democracia fica apequenado’ com o ‘esgarçamento’ na relação entre os três poderes”.

O “Valor” informa que o PSB conversa com Geraldo Alckmin, Marina Silva, Lula da Silva, Curo Gomes e Álvaro Dias. “Mas Barbosa, se quiser ser o candidato, é pule de dez”, conclui a reportagem de Raymundo Costa.

Deixe um comentário

Eu voto nele

Se ele confirmar a candidatura teremos um candidato a autura.

Já tem meu voto

wpDiscuz