João Antônio terá Amélio Jacomo e Rogério Essado como rivais em Inhumas

Os dois jovens pretendem acabar com o marasmo da administração do prefeito, conhecido como “rei do feijão com arroz”

Amélio Jacomo: candidato a prefeito pelo Cidadania | Foto: Reprodução

O prefeito de Inhumas, João Antônio Ferreira, do PSD, é apontado como favorito, mas como imbatível. Trata-se de um político tradicional, tido como competente, mas pouco moderno. “Faz o feijão com arroz, como limpar a cidade e pagar servidores públicos e fornecedores. Mas falta-lhe arrojo e, por isso, a cidade, se depender do prefeito, vai continuar na mesma modorra”, afirma um vereador. “Ele é rei do feijão com arroz. É uma boa pessoa, um homem bonachão, mas não se preocupa em atrair empresas e gerar empregos”, acrescenta.

João Antônio Ferreira: prefeito de Inhumas | Foto: Reprodução

Qualis apontam que os eleitores, embora estejam prestigiando João Antônio, querem mudança. Mas não vão votar em “qualquer um”. Vão observar os projetos e, se forem confiáveis, podem trocar de candidato, abandonando o prefeito e optando pelo novo. Se faltar credibilidade nos postulantes das oposições, a tendência é que fiquem com o prefeito. Porque às vezes o “feijão com arroz” é melhor que o “caviar” que fica só na promessa.

Dois políticos jovens e apontados como competentes vão enfrentar João Antonio. O vereador Amélio Jacomo (Cidadania), sobrinho do ex-deputado federal Roberto Balestra, e o empresário Rogério Essado (Democratas), filho do ex-deputado José Essado, são os rivais do prefeito.

Dioji Ikeda, Rogério Essado (candidato do Democratas) e José Essado | Foto: Facebook

Há quem aposte que a divisão das oposições, com dois nomes, pode contribuir para a vitória de João Antônio. Mas, como não há favas contadas em política, Amélio Jacomo e Rogério Essado — um deles — podem surpreender o coro dos contentes. No momento, o prefeito lidera, mas só agora os seus adversários foram definidos.

O deputado estadual Virmondes Cruvinel, do Cidadania, afirma que Amélio Jacomo é um político “com excelente formação e capacidade de articulação. Portanto, se o eleitor quiser optar pelo novo-competente, nosso candidato poderá ser o escolhido para gerir os destinos de Inhumas”. O ex-prefeito Dioni Ikeda, do Democratas, é enfático: “Nós vamos eleger o próximo de Inhumas. Será Rogério Essado. Queremos modernizar a cidade, arrancá-la do marasmo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.