Iris Rezende prefere compor chapa majoritária com Júnior Friboi e Antônio Gomide

O ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende, do PMDB, está conversando com Vanderlan Cardoso, pré-candidato a governador pelo PSB, e com Ronaldo Caiado, pré-candidato a senador pelo DEM. O veterano peemedebista avalia que uma chapa com ele (governador), Vanderlan (vice) e Caiado (senador) é muito forte para a eleição de 5 de outubro deste ano. Apesar das conversas — que são feitas a sério, vale ressaltar —, Iris confidenciou que a chapa mais adequada precisa incluir o petista Antônio Gomide. Por quatro motivos.

Primeiro, Gomide, na eleição deste ano, simboliza o novo. Como Iris não representa o novo, o petista seria um contrapeso.

Segundo, Gomide representa um político que, além de novo, é um gestor de qualidade. Ele deixou a Prefeitura de Anápolis com alta popularidade.

Terceiro, Gomide retira voto do governador Marconi Perillo numa cidade-chave, Anápolis. Sem Gomide no páreo, Anápolis é tucana. Como Gomide na disputa, é petista.

Quarto, Gomide é filiado ao partido da presidente Dilma Rousseff. Assim, caso eleito, Iris teria em Gomide uma ponte no governo federal.

Por mais que Júnior Friboi resista a uma composição, há quem aposte, no PMDB, que a chapa terá Iris para governador, Friboi para vice e Gomide para senador. Iris representa votos e experiência, Friboi é o homem da estrutura e Gomide simboliza o novo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.