Iris Rezende deve disputar a Prefeitura de Goiânia com Adriana Accorsi como vice

Iris Rezende e Adriana Accorsi: a verdadeira chapa dos sonhos  | Foto: Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção do petista Paulo Garcia para a Prefeitura de Goiânia em 2016

Iris Rezende e Adriana Accorsi: a verdadeira chapa dos sonhos | Foto: Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção
do petista Paulo Garcia para a Prefeitura de Goiânia em 2016

Como quase todos os políticos, o peemedebista Iris Rezende disputa uma eleição pensando na seguinte. Para fins eleitorais, como de praxe, agora está sugerindo que a de 5 de outubro deste ano será sua última eleição. O objetivo é comover o eleitorado, com o indicativo de que vale dar-lhe um mandato, pois será o último. Em­bora inverossímil, não é um marketing político de má qualidade. Na política, como na guerra, a primeira coisa que se sacrifica é a verdade.

Nos bastidores do PMDB, entre os “iretes” (tietes de Iris), começa-se a dizer, por enquanto discretamente, que, se perder a eleição para governador, o decano peemedebista disputará a Prefeitura de Goiânia, em 2016, aos 83 anos de idade. “Iris vai disputar eleições, quer queiram ou não os jovens do partido, enquanto estiver conseguindo andar e conversar”, admite um irista. “A única coisa que Iris sabe fazer é política”, acrescenta.

A tese do irismo está praticamente estabelecida. Os iristas vão dizer, para “convocar” o decano, que, depois da gestão problemática de Paulo Garcia, “só ele tem condições de derrotar o candidato do governador Marconi Perillo”.

Desgastado em Goiânia, o PT dificilmente terá condições de lançar candidato a prefeito com chance de ganhar as eleições. Portanto, o prefeito Paulo Garcia, do PT irista — Iris é uma espécie de chefe informal da Articulação em Goiás —, não deve lançar candidato em 2016.

É provável que Paulo Garcia force o PT a negociar, mais uma vez, com o PMDB irista e banque o candidato a vice. Especula-se que, para conter o grupo do deputado federal Rubens Otoni e do ex-prefeito de Anápolis Antônio Gomide — que pretende lançar o deputado estadual Humberto Aidar para prefeito de Goiânia —, Paulo Garcia vai tentar emplacar a delegada de polícia A­driana Accorsi, se for eleita deputada estadual, na vice de Iris. Trata-se de uma “chapa” consistente: o “velho” e experiente, Iris, alimentado pelo “novo”, Adriana Accorsi.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.