Iris perde entusiasmo com Caiado e nanopartidos começam a abandonar o senador

O pré-candidato do DEM pode ficar com dois partidos pequenos e mais o Podemos e o PSL

Foto: André Corrêa/Agência Senado

O senador Ronaldo Caiado não anda entusiasmado com Iris Rezende (MDB). O prefeito de Goiânia não estaria ajudando o pré-candidato do DEM a “segurar” os nanopartidos. Pode ser o começo da decadência da pré-candidatura do senador ao governo de Goiás? É possível. A insatisfação com a falta de estrutura do caiadismo é crescente.

O PHS, o PTC e o PRTB, de uma hora para outra, depois do entusiasmo inicial por Ronaldo Caiado, decidiram saltar para o barco do pré-candidato do MDB a governador, deputado federal Daniel Vilela.

Ronaldo Caiado corre o risco de ficar com um ou dois nanopartidos — além do Podemos (de José Nelto) e do PSL (do deputado federal Delegado Waldir Soares), que são um pouco maiores e prometem não abandoná-lo.

Líderes dos nanopartidos, além de criticarem a falta de estrutura do grupo de Caiado, estão percebendo que Iris Rezende começou a ficar entusiasmado com a candidatura de Daniel Vilela. Até Iris Araújo, que inicialmente só pensava no seu próprio projeto (é pré-candidata a deputada federal), já começa a sugerir que o postulante do MDB tem chance de ser eleito.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.