Iris e Caiado não prestigiam 95 anos de Aparecida. Para não promover Daniel Vilela a governador

O vice-governador José Eliton compareceu e foi muito bem tratado pelos representantes do vilelismo, como Daniel Vilela e Gustavo Mendanha

Foto: Divulgação

De um peemedebista-vilelista: “Aparecida de Goiânia completou 95 anos, com uma festa popular, mas o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB) — que recebeu o apoio de Maguito Vilela —, e o senador Ronaldo Caiado (DEM) não compareceram. Estranhíssima a falta de respeito tanto com o prefeito Gustavo Mendanha, que subiu no palanque de Iris no primeiro e no segundo turno, quanto com o próprio Maguito”. O político frisa que, apesar da ausência dos “aliados” (ele próprio pediu aspas), o vilelismo apreciou a presença do vice-governador José Eliton (PSDB). O que explica a au­sência de Iris e Caiado? O prefeito e o senador não quiseram participar de uma festa que, parecem acreditar, era útil para promover, direta ou indiretamente, a candidatura de Daniel Vilela a governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.