Instituto Histórico e Geográfico de Goiás é assaltado. Criminosos levaram um computador

O acervo é valioso, com livros raros e coleções completas de jornais, mas os assaltantes optaram por levar um computador no qual está a catalogação do acervo do IHGG

Instituto Histórico de Goiás 2 IHGG

A sede do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, localizado entre as avenidas 82 de 85, no Setor Sul, em Goiânia, foi assaltado, na semana passada. Os assaltantes (ou assaltante) levaram apenas um computador, no qual estava a catalogação do acervo do IHGG.

O Instituto Histórico funciona em dois espaços, no mesmo lote. Os criminosos (ou criminoso) conseguiram entrar apenas num dos edifícios. No outro, havia mais computadores — que parecia ser o objeto que interessava aos assaltantes.

O acervo conta com livros valiosos e, entre outras coisas, o arquivo do jornal “Folha de Goyaz” — além de quadros e esculturas.

O presidente do IHGG é o escritor e pesquisador Geraldo Coelho Vaz.

“A fundação do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás ocorreu na antiga capital do Estado, no dia 7 de outubro de 1932, graças a José Honorato da Silva e Souza, que participava do governo do interventor Pedro Ludovico Teixeira e convocou os intelectuais para a histórica reunião. A solenidade aconteceu no salão nobre do Palácio da Instrução e a ata, lavrada por Alfredo de Faria Castro, registra a presença das seguintes pessoas: José Honorato da Silva e Sousa, Agnelo Arlington Fleury Curado, Colemar Natal e Silva, Dario Délio Cardoso, Alfredo de Faria Castro, Augusto da Paixão Fleury Curado e Luiz Ramos de Oliveira Couto”, conta o site do Instituto.

Goiânia em 1935 goiania antiga

Acervo e pinacoteca do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás

O acervo do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás é composto de fotografias, fitas de vídeo, obras de arte, CD-rons, documentos históricos (a primeira Constituição do Estado manuscrita e uma carta da Princesa Izabel a seu pai D. Pedro II), livros, revistas, folhetos, medalhas, etc.

Esse acervo vem crescendo consideravelmente através de doações de pioneiros ilustres de Goiás, pessoas que fizeram e ainda fazem a história cultural, social e política desse Estado e do Brasil.

  1. Acervo Jarbas Jaime

Objetos pessoais, cartas, fotografias, correspondências, livros.

  1. Acervo Nelly Alves de Almeida

Diversas enciclopédias, dicionários, literatura goiana, história de Goiás, antropologia, e diversas obras direcionadas à educação.

  1. Acervo Amália Hermano

Periódicos goianos, recortes de jornais e revistas de personalidades goianas, nacionais e internacionais e de diversos assuntos e o acervo fotográfico pessoal que retrata os primeiros anos de vida da cidade de Goiânia. O acervo fotográfico de Amália Hermano se encontra digitalizado.

  1. Acervo Colemar Natal e Silva

Objetos pessoais, medalhas, fotografias, lembranças de diversas homenagens recebidas e uma coleção de livros, principalmente na área de direito e história de Goiás.

  1. Acervo Félix Renato Palmério

Recortes de jornais antigos, livros e folhetos.

  1. Acervo Jorge Gabriel Moisés

Nesse acervo se encontra a coleção da Revista VEJA desde o número 01.

  1. Acervo Cid Albernaz

Acervo bibliográfico composto de livros e revistas, principalmente na área política e filosófica.

  1. Acervo Professor Bretas

Livros e revistas, com uma grande variedade de assuntos.

Pinacoteca do IHGG

A pinacoteca do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás é composto de telas e esculturas, doadas por artistas e sócios do IHGG. O acervo está à disposição dos usuários do Instituto, exposto em seus diversos ambientes.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.