Indeferimento de chapa, mesmo que temporário, abalou ânimos dos candidatos

O indeferimento da “chapinha” de deputados federais formada por PHS, PSL, PEN, PTC, PMN e PV abalou os ânimos de alguns candidatos. A questão está sen­do resolvida e há chances reais de que a situação seja revertida a fa­vor dos 50 candidatos, embora a questão seja complicada, juridicamente falando, uma vez que a cha­pa perdeu o prazo do recurso. O advogado que está cuidando do caso é Ismerim Medina, chefe do jurídico da campanha do governador Marconi Perillo (PSDB).

Por isso, segundo o presidente do PSL e candidato a deputado federal Dário Paiva, o indeferimento atrasou um pouco algumas ações, pois os candidatos perderam o “clima” em que estavam. Dos 50 candidatos, a chapa espera, caso possa disputar as eleições, eleger um ou dois. O favorito é Walter Paulo (PMN), dono das Facul­dades Padrão. Ele já investiu R$ 2 milhões na campanha.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.