Há uma guerra de foice no escuro pela presidência da poderosa Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa.

Os deputados Gustavo Sebba, do PSDB, Jean Carlo (que é advogado), do PHS, e Simeyzon Silveira, do PSC, terçam forças, buscando apoio de vários parlamentares, para assumir o controle da CCJ.