Guerra fria entre Ronaldo Caiado e Daniel Vilela salta para a etapa guerra quente

O conflito é político mas também passou a ser pessoal. Aliança entre os dois é impossível

Ronaldo Caiado e Daniel Vilela não se misturam mais | Arquivo

O afastamento entre os pré-candidatos a governador Daniel Vilela, do MDB, e Ronaldo Caiado, do DEM, saiu do campo político para virar questão pessoal. A coisa está quase tão feia quanto a guerra na Síria.

O que Daniel Vilela diz, nos bastidores, de Ronaldo Caiado é impublicável. O que Ronaldo Caiado diz de Daniel Vilela, nos bastidores, é igualmente impublicável. A turma liderada por Adib Elias, o alcaide de Catalão, trata Daniel Vilela como se fosse um político imaturo e despreparado para governar Goiás. Mas o garoto fez, tempos atrás, o que Abid Elias e alguns figurões do emedebismo nunca fizeram: enfrentou e derrotou Iris Rezende na disputa pela presidência regional do MDB (Nailton Oliveira era apenas o preposto do prefeito de Goiânia). Não é pouca coisa, não. O jovem emedebista mostrou que tem tutano.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.