Segundo o governo de Goiás e a Eletrobrás, todos os obstáculos para a venda da Celg foram removidos. Não há mais empecilhos à privatização da empresa em março. O interesse de grandes grupos, nacionais e internacionais, é imenso, consistente e crescente.