Uma coisa é certa: Thiago Albernaz, do MDB, não foi reeleito, mas assumirá mandato em 2023.

Não apenas Thiago Albernaz. Há também a possibilidade de pelo menos dois deputados estaduais ocuparem secretarias com o objetivo de abrir espaço para suplentes na Assembleia Legislativa.

Thiago Albernaz: MDB quer mantê-lo na Assembleia Legislativa | Foto: Reprodução

Lucas Calil, do MDB, é cotado para ocupar uma secretaria, e aí Thiago Albernaz assumiria sua vaga. Ao menos um suplente do União Brasil também deve assumir mandato em 2023.