Governo Caiado vai “cercar” fronteiras e cidades para combater a sonegação

O objetivo da secretária Cristiane Schmidt é aumentar a arrecadação e colocar Goiás na legalidade

O governo de Goiás, prevendo dias cada vez mais difíceis, vai fazer ações nas fronteiras e nas grandes cidades para combater a sonegação.

Acionado pelo governador Ronaldo Caiado, o Fisco vai jogar duro — sem contemplação.

A política de cercar a sonegação, para aumentar a arrecadação do governo do Estado, é da secretária da Economia, Cristiane Schmidt. O governo quer o Estado funcionando na legalidade.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Grega Nunes

Para ter legalidade o sr Caiado, precisa EXONERAR Todos os comissionados do Marconi no Tce. Pedimos a retirada de TODOS.

Aretuza Dantas Rios

O nosso objetivo em pedir a demissão de TODOS os comissionados do TCE é: Só tem salários exorbitantes e são TODOS da gestão passada.

Alfredo Dias

O maior patamar de desigualdade de salarios esta no Tce. Os comissionados TODOS com salários altos, sem compromisso com o órgão, São desnecessários, praticamente TODOS da gestão anterior,. Tem q ver esse caso governador e tomar providencias firmes e necessárias. Agora é a vez nossa, ou o senhor vai manter esses comissionados do Marconi?