Governismo teme perder em Trindade se bancar Dr. Antônio e George Morais

Aposta-se que, com a divisão das oposições, o candidato bancado pelo prefeito Jânio Darrot seja eleito

Dr. Antônio, pré-candidato a prefeito de Trindade pelo DEM | Foto: Divulgação

O candidato do DEM a prefeito de Trindade é o deputado estadual e médico Antonio Carlos Caetano de Morais, o Dr. Antonio, de 57 anos. Mas está definido mesmo? Talvez não.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), não bateu o martelo. Mas é provável que vá trabalhar por uma chapa de consenso. O médico George Morais, marido da deputada federal Flávia Morais, do PDT, também planeja disputar a prefeitura. Os dois são candidatos fortes, mas, com a divisão, podem contribuir para a vitória do candidato apoiado pelo prefeito Jânio Darrot.

Flávia Morais e George Morais, pré-candidato a prefeito de Trindade pelo PDT | Arquivo

Frise-se que Jânio Darrot (PSDB) é tão forte politicamente no município que, se pudesse disputar um terceiro pleito, seria reeleito mais uma vez. Sua força política, decorrente de duas gestões que colocaram as contas da prefeitura em dia e resultaram em obras de ampla utilidade pública para a sociedade, certamente vai impulsionar seu candidato a prefeito — que tanto pode ser Alexandre César ou Gleysson Cabriny de Almeida Costa. Por isso, o governismo teme que, se lançar dois candidatos, Dr. Antônio e George Morais, Jânio Darrot faça o sucessor.

Há um drummond no meio do caminho das oposições: Dr. Antônio não aceita ser vice de George Morais e este não aceita ser vice daquele.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.