Governismo aposta em Dione Araújo e acredita em virada histórica em Itumbiara

Gugu Nader permanece como favorito e luta para superar a imagem de que, em política, é uma espécie de cavalo paraguaio

Gugu Nader, candidato do PSL | Foto: Alexandre Parrode/Jornal Opção

O pré-candidato do PSL a prefeito de Itumbiara, Gugu Nader, é o favorito nas pesquisas de intenção de voto. Ficou mais forte ao atrair um integrante do MDB para sua vice. “Não há a menor dúvida de que Gugu Nader é consistente, agregou novos apoios e ampliou sua aceitação na cidade. Vamos ver se, desta vez, supera a sua fama de cavalo paraguaio — que sai na frente, sustenta-se na pole por algumas voltas, mas depois perde. Nunca ganhou para prefeito e para deputado estadual”, sublinha um integrante do Progressistas.

Dione Araújo: candidato do Democratas | Foto: Reprodução

Murilo Borges, do Progressistas, perdeu substância, mas afirma aos aliados que não acredita nas pesquisas, exceto naquilo que ouve nas ruas, ou seja, que tem chance de ser eleito. “Antes, quando liderava, não reclamava das pesquisas”, critica um vereador.

Rogério Rezende: candidato pelo PRTB  | Foto: Reprodução

Há quem aposte que Murilo Borges pode sair do páreo e até compor com Dione Araújo, o postulante do Democratas. Mas ele disse a duas fontes do Jornal Opção que, para ganhar ou para perder, não sairá da disputa. Ele parece acreditar que a sociedade deveria, além de elegê-lo, aclamá-lo publicamente. O fato é que articula pouco e não procura agregar novos apoios. “Murilo é gente boa demais, mas não entende nada de política”, afirma um ex-vereador.

Murilo Borges: candidato pelo Progressistas | Foto: Reprodução

O prefeito José Antônio, do Republicanos, reluta em jogar a toalha. Mas de cada dez eleitores ao menos nove sugerem que está “nocauteado” em pé, pronto para ser carregado do octógono da política. Nos últimos dias, está fazendo reuniões, convocando aliados. “Zé Antônio, o prefeito mais fraco da história do município, vai continuar na disputa e vai trabalhar muito, mas não para ganhar, pois sabe que não tem chance, e sim para não ficar em último lugar. Desde já, planeja disputar mandato de deputado estadual, em 2022, com o apoio do ex-governador Marconi Perillo”, afirma um ex-aliado. “Ele é irmão e primo da arrogância e não percebeu que quatro anos passa mais rápido do que se imagina. Na prefeitura, ele se comportava como se seu mandato fosse vitalício, era um rei sem coroa. Agora, com o desgaste e a rejeição, está tentando parecer humilde, mas é tarde.”

José Antônio: prefeito de Itumbiara | Foto: Reprodução

O pré-candidato do PRTB, o médico e vereador Rogério Rezende, continua no páreo. Apesar de afirmaram que sairá da disputa, por decisão judicial, permanece articulando e, segundo as pesquisas, nada tem de eleitoralmente fraco.

A grande surpresa, segundo dois experts em política de Itumbiara, pode ser o empresário Dione Araújo, que começou em baixa e, aos poucos, está crescendo, sobretudo graças ao apoio do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e ao deputado estadual Álvaro Guimarães, ambos do Democratas.

A ascensão de Dione Araújo é apontada como “gradual” e “segura”. Noutras palavras, os especialistas em política de Itumbiara afirmam que seu crescimento é consistente. A tendência, afirmam, é que chegue à reta final praticamente empatado com Gugu Nader, com a possibilidade, por sua maior estrutura, de superá-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.