Fusão do DEM com o PSL pode sair já para a eleição de 2022. Caiado e Waldir estarão juntos

O governador Ronaldo Caiado, do DEM, e o deputado federal Delegado Waldir Soares, do PSL, poderão estar no mesmo partido para o pleito de 2022

O deputado federal Delegado Waldir Soares (PSL) disse ao Jornal Opção que as conversas para a fusão do PSL com o partido Democratas estão adiantadas. “A fusão já é para a disputa eleitoral de 2022”, frisa.

Delegado Waldir Soares e Ronaldo Caiado | Foto: Reprodução

As tratativas para a fusão estão ocorrendo entre o presidente nacional do PSL, deputado federal Luciano Bivar, e o presidente nacional do DEM, ACM Neto, ex-deputado federal e pré-candidato a governador da Bahia. “O que posso dizer é que as cúpulas e integrantes dos dois partidos querem a fusão. A fusão transformará o novo partido no maior do Congresso Nacional — com 81 deputados federais e sete senadores. E ainda poderá parlamentares de outros partidos.” Em 2018, o PSL elegeu 53 deputados federais e quatro senadores (mas só resta uma senadora no partido, Soraya Thronicke). O DEM elegeu 28 deputados federais e tem seis senadores.

O resultado da fusão é que, na disputa de 2022, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e o deputado Delegado Waldir poderão estar no mesmo partido.

“Com a fusão, surgirá o maior partido político do país, com tempo de televisão e fundos Partidário e Eleitoral — o que chamam de ‘estruturas’ — gigantes. Hoje, é possível afirmar que o avanço em direção à fusão é de 80%”, diz Delegado Waldir.

O novo partido, fortalecido, poderá, inclusive, lançar candidato a presidente da República. Um postulante de centro-direita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.