Advogado Alberto Toron diz que há um vídeo no qual a filha retira as acusações. Mas não o mostrou ao site

João de Deus: amigos de poderosos da política e do empresariado

O jornalista Claudio Dantas publicou reportagem informando que uma filha do médium João de Deus — João Teixeira de Faria — move “contra ele uma ação de reparação por danos morais sofridos em razão de estupro continuado”. Ela cobra 50 milhões de reais a título de indenização.

“Nos autos, que tramitam em segredo de justiça, a mulher classifica o pai como um homem bruto, cruel, violento”, afirma O Antagonista. O advogado Marcos Eduardo Cordeiro Bocchini afirmou ao site “que não poderia se manifestar em razão do sigilo”.

“Uma fonte do MP de Goiás informou que a vítima teria sido violentada quando ainda era menor de idade, o que configuraria estupro de vulnerável”, afirma O Antagonista. “Embora ela só tenha decidido mover a ação em meados deste ano, os filhos da vítima já processaram João de Deus anteriormente pelo caso, que teria sido encerrado após acordo.”

O defensor de João de Deus, Alberto Toron, sublinha que há um vídeo no qual a filha afirma que retirou as acusações. O advogado não apresentou a gravação ao site. Marcos Bocchini assinala que não conhece o material.