Fernando Navarrete deixa o governo com a imagem de técnico eficiente e adepto da transparência

Reprodução/Celg

O governador Marconi Perillo é profundamente agradecido a Fernando Navarrete, o secretário da Fazenda que está deixando sua equipe. Quando a maioria não acreditava que a Celg poderia obter um bom valor, o economista e advogado convenceu a todos que a companhia de eletricidade de Goiás era um bom negócio. E ele tinha razão e sempre foi duro e firme nas negociações, tanto que chegou a chamar a atenção de figuras de proa do governo federal e do setor privado.

Pode-se dizer, portanto, que Fernando Navarrete ajudou a viabilizar o governo do tucano-chefe, tanto com sua competência quanto por ter participado das negociações da Celg (o programa Goiás na Frente poderia até existir, mas com mais dificuldade, sem o dinheiro da privatização da companhia).

Na Secretaria da Fazenda, onde chegou para substituir a competente economista Ana Carla Abrão, agradou de cara, dadas a seriedade, a competência e a diplomacia. Com bom executivo, gosta de se cercar dos mais preparados.

Auditores fiscais, e até um deputado estadual do PMDB, disseram ao Jornal Opção que Fernando Navarrete fez uma gestão competente e íntegra. É apontado como aberto ao diálogo, adepto da transparência e não politizou a ação da Sefaz.

Sai como entrou no governo: com uma imagem de excelente técnico e de executivo com visão de estadista.

Pergunta-se: por que deixou a equipe do tucano-chefe, com quem mantém excelente relacionamento? Porque assumirá o escritório de advocacia da família e, também, porque governo, para quem trabalha de verdade, como Fernando Navarrete, cansa mesmo.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Felisberto Jácomo Filho.

Sobre Fenando Navarrete, verdade pura. Honrado, competente, modesto. Excelente análise.