Felipe Cortês garante que o ministro Alexandre Baldy não manda no PHS de Goiás

O presidente do PHS diz que, além dele, falam pelo PHS Murilo Oliveira, Tião Bola e Edmar Fernandes

Felipe Cortês: “O PHS tem comando em Goiás e Alexandre Baldy não pertence a ele”

O presidente do PHS em Goiás, Felipe Cortês, diz que “equivocam-se” aqueles que plantas notícias nos jornais — por exemplo, em “O Popular” — sugerindo que o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, determina os rumos do partido no Estado.

“O PHS é presidente por mim em Goiás e quatro de seus integrantes pertencem ao Diretório Nacional: Murilo Oliveira é o tesoureiro nacional; o vereador Tião Bola (de Itaberaí) é o 3º vice-presidente nacional; o vereador Edmar Fernandes (presidente da Câmara Municipal de Santa Bárbara) é o segundo tesoureiro; e eu, Felipe Cortês, sou o secretário nacional de Articulação Política. Portanto, Alexandre Baldy não manda no PHS nacional nem no PHS em Goiás. Ele não tem qualquer influência nos destinos do partido no Estado”, afirma Felipe Cortês. “A imprensa errou, não sei com qual intenção.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.