O presidente metropolitano do Podemos afirma que ele pode até não ganhar, mas tende a bagunçar o quadro nacional e retirar votos de Bolsonaro

Pablo Marçal: pré-candidato a presidente pelo Pros | Foto: Reprodução

Na semana passada, políticos de Brasília, do círculo do presidente Jair Bolsonaro, buscaram informações sobre um pré-candidato a presidente da República recém-lançado.

Trata-se de Pablo Marçal, do Pros.

Há informações sobre Pablo Marçal na internet, pois ele é um couth bem conhecido, até famoso.

Entre políticos experientes, não há quem acredite que Pablo Marçal tem chance de ser eleito presidente, por que lhe falta capilaridade eleitoral em todo o país.

Felipe Cortês: “Pablo Marçal é articulado e sabe dialogar com o povão” | Foto: Divulgação

Mas o presidente metropolitano do Podemos, Felipe Cortês, afirma que Pablo Marçal pode até não ser eleito, mas, se for definido como candidato, pode “bagunçar” o quadro nacional. “Ele pode retirar votos de Bolsonaro.”

“Pablo Marçal é jovem, fala muito bem e é articulado. Ele é respeitadíssimo no meio evangélico, é ligado à Igreja Videira. Se não for uma aposta para o presente, será para o futuro. E eu posso votar nele já em 2022”, assinala o líder do Podemos.

“Para se ter uma ideia da capacidade de persuasão de Pablo Marçal, recentemente, num de seus eventos, vendeu, de cara, 30 mil ingressos. Uma pessoa assim não pode ser menosprezada”, afirma Felipe Cortês.