Excesso de candidatos pode deixar Anápolis sem representação na Assembleia

Os mais otimistas apostam que o município vai eleger ao menos três deputados estaduais

Amilton Filho, deputado estadual: um dos favoritos | Foto: Reprodução

Políticos de Anápolis disseram ao Jornal Opção que estão preocupados com o possível número de candidatos a deputado estadual na disputa eleitoral de 2022. Um ex-deputado disse: “Com a quantidade de candidatos que estão se anunciando, a cidade pode não eleger nenhum parlamentar — ou no máximo um, aquele que buscar apoio também em outras cidades”.

Antônio Gomide: deputado estadual pelo PT | Foto: Divulgação do PT

Com 280 mil eleitores, Anápolis tem condições de eleger pelo menos três deputados estaduais. “Mas, além do excesso de candidatos locais, a cidade é invadida, durante o período eleitoral, por candidatos que têm bases eleitorais em outras cidades. O Delegado Waldir Soares e o pastor Fábio Sousa, por exemplo, obtiveram boas votações na cidade nas últimas disputas eleitorais”, frise um vereador. Os dois disputaram, porém, mandato de deputado federal, e não de estadual.

Márcio Corrêa: postulante do MDB | Foto: Divulgação do MDB

Há quem aposte, ao contrário dos pessimistas, que a cidade vai eleger ao menos três deputados estaduais: um (ou dois) bancado (s) pelo prefeito Roberto Naves, um do PT (possivelmente Antônio Gomide) e um do MDB (provavelmente Márcio Corrêa, que também é cotado para disputar mandato de deputado federal). O deputado estadual Amilton Filho é favorito para a reeleição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.