Líderes evangélicos, conservadores, pediram para Vanderlan Cardoso, na próxima campanha, não chamar mais carreata de “curriata”.

Os evangélicos acham grosseiro e deselegante.