Ernani de Paula pode retirar candidatura e apoiar Alexandre Baldy para prefeito de Anápolis

O ex-prefeito afirma que, se o deputado federal entrar na disputa, vários pré-candidatos passam a apoiá-lo e ele tende a ser eleito no primeiro turno
ernani de paula baldy e matsubara e70ca210-78cf-40cb-b397-f900675b326f

Pré-candidato a prefeito de Anápolis pelo PSDC, Ernani de Paula — ex-prefeito do município — disse ao Jornal Opção que pode retirar sua postulação se o deputado federal Alexandre Baldy, do PTN, optar pela disputa. “Baldy é o único que tem condições de ser eleito no primeiro turno”, afirma Ernani de Paula. “O PSDC e o PTN estão unidos na cidade.”

Ernani de Paula e Alexandre Baldy conversaram demoradamente, em Anápolis, nesta semana. O deputado federal planeja disputar a prefeitura? “Na verdade, Baldy está examinando o cenário político e o quadro de alianças. Ele não descarta disputar, pois tem vontade de administrar o município, mas não me disse que será candidato. Não há nada definido. Mas é o nome visto como novo, agregador e competente.”

O ex-prefeito avalia que, sem Alexandre Baldy na disputa, a batalha eleitoral será travada entre ele (Ernani de Paula), o prefeito João Gomes, do PT, Carlos Antônio, do PSDB, e Pedro Canedo, do DEM. “Sem Baldy no páreo, é provável que o segundo turno seja disputado entre João Gomes — com um teto de 25% a 30% — e um postulante do PSDC, do PSDB ou do DEM. Se Baldy for candidato, insisto, a maioria dos pré-candidatos desiste e o apoia.”

(Na foto: Jorge Matsubara, Alexandre Baldy e Ernani de Paula. Foto da assessoria do líder do PSDC)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.