Se Agenor Mariano é apontado como o mais confiável e leal, o mesmo os políticos próximos de Iris Rezende não dizem do deputado Bruno Peixoto. Eles até admitem que Peixoto é mais articulado do que Agenor, mas não confiam em sua independência em relação ao tucanato. O irismo tem percebido que o parlamentar tem se posicionamento de maneira firme, mas avalia que isto pode ser uma posição tática, não cristalizada. Ele estaria jogando.

O irismo prefere Agenor Mariano para comandar o PMDB de Goiânia. É o recado do irismo. Mas pode engolir Peixoto? Pode, sim, se perceber que não vai conseguir derrotá-lo.

O pai de Peixoto, Sebastião Peixoto, é amigo de Iris Rezende. Não resta a menor dúvida. Mas o homem de confiança do ex-prefeito é mesmo Agenor.