Empresários querem evitar que Mabel use a Fieg como trampolim para voltar à política

Líderes empresariais sustentam que o ex-deputado não para em Goiás e está perdendo identidade com a instituição

André Rocha, Sandro Mabel e Antônio Almeida: os três nomes mais cotados para presidir a Fieg | Montagem

“Como Sandro Mabel pode presidir a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) se passa a maior parte de seu tempo fora do país ou fora do Estado?”, pergunta o presidente de um dos mais importantes sindicatos empresariais. “Nós precisamos de um presidente da Fieg que seja presente, que compartilhe os problemas e soluções e mantenha diálogo franco e direto com os liderados. Não dá para gerir uma instituição tão grande e importante pela internet, à distância.”

Sem se preocupar com as críticas, Sandro Mabel está articulando com vários sindicatos e se apresenta como favorito para ocupar o lugar do presidente da Fieg, Pedro Alves de Oliveira. Mas até aliados admitem que não é fácil encontrá-lo. “Mabel raramente atende telefonemas”, afirma o presidente de um sindicato que apoia o ex-deputado federal.

Há quem tenha receio de que Sandro Mabel, se eleito, use a Fieg como trampolim para voltar à política. “A Fieg funciona muito bem porque é apartidária”, frisa aliado de Pedro Alves Oliveira. Para confrontar Sandro Mabel, o candidato contrário ao establishment, Pedro Alves deve bancar Antônio Almeida (que está articulando) ou André Rocha (que articula menos, mas é considerado, se disputar, pule de dez).

Há um consenso de que Antônio Almeida ou André Rocha, ao contrário de Sandro Mabel, pensam numa gestão técnica da Fieg. Mesmo a ação política será para fortalecê-la, não para tirar proveito político pessoal. Os dois têm forte ligação com o empresariado. Há quem aposte que André Rocha está mais cacifado e mantém ligação sólida com vários sindicatos. Trata-se de um fato. Mas, entre os três pré-candidatos — Wilson Oliveira teria desistido do pleito —, Antônio Almeida é, no momento, o que mais articula.

Pedro Alves de Oliveira não definiu quem vai apoiar, e deve fazê-lo nas próximas semanas. Mas é praticamente certo que não apoia a postulação de Sandro Mabel.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.