Em pouco tempo, Baiocchi cumpre projeto de campanha: Fecomércio serve aos sindicatos

Em busca de reduzir a burocracia e custos, gestão da Fecomércio, do Sesc e do Senac devem funcionar na mesma unidade

Marcelo Baiocchi | Foto: Fernando Leite

Empresários sustentam que o presidente Marcelo Baiocchi está promovendo uma revolução na Fecomércio, no Sesc e no Senac.

Baiocchi vai integrar Sesc, Fe­comércio e Senac — o que deve gerar uma economia de 25%. A gestão dos três deve funcionar num único endereço, o que facilitará as ações, por reduzir a burocracia, e reduzirá custos. A sede da Fecomércio será instalada em alguma estrutura do Sesc ou do Senac.

A sede da Avenida 136 deve ser transformada num “condomínio dos sindicatos” que congregam a Fecomércio. Os sindicatos terão apoio jurídico, contábil e de comunicação. Aqueles que não tiverem sede poderão se instalar na unidade da Feco­mércio, sem custos financeiros. Baiocchi cumpre o compromisso de campanha de que iria valorizar os sindicatos. Não era retórica.

O lema de Baiocchi é fazer “mais, sempre mais, com menos”.

A Fecomércio recebeu os candidatos do DEM, Ronaldo Caiado, e do MDB, Daniel Vilela. Eles apresentaram suas propostas ao empresariado. Na quinta-feira, 23, será a vez de José Eliton, do PSDB.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.